Nós queremos conhecer você! Responda a esta rápida pesquisa.

Serra SC Online

Televisão

Publicidade

Globo fará mudanças na programação no 2º semestre

Publicado por Mário Cesar Silva - 13/06/19 10h39

 O futuro, em se tratando da Globo e de alguns projetos em estudo, pode estar bem próximo ou já a partir dos primeiros meses do segundo semestre. Em um movimento semelhante ao do final da década de 1990, quando tirou Ana Maria Braga da Record, Luciano Huck, da Band, e Jô Soares e Serginho Groisman, do SBT, existe o desejo de popularizar um pouco mais a sua atual grade de programação. Lá atrás, por ocasião daquelas contratações, o propósito era resolver uma questão de faturamento.

Agora, segundo foi possível apurar, o objetivo é aumentar os seus números de audiência. Que, por tabela, também acabará mexendo com a parte comercial.

Mesmo líder, sem qualquer risco de ser alcançada por qualquer outra TV, há o propósito de fortalecer ainda mais esses resultados. A faixa da tarde, sabe-se, será um dos principais alvos a ser atingido. Evidente que, existindo no horário um número de ligados há muito tempo estabelecido, isto poderá significar problemas para as principais concorrentes, entenda-se SBT e Record.

 

Houve, no entanto, momentos em que a Record superou as expectativas e passou na frente de programas tidos como ‘imbatíveis’ da Globo.

A Globo já viu o programa dominical “Faustão” causar preocupações. Em 2006, o programa “Tudo é Possível”, então apresentado por Eliana, atingiu 14 pontos no Ibope com o quadro “Saindo com a Sogra”, em que um rapaz confronta com a futura namorada.

O jornalístico matinal “Fala Brasil”, então apresentado por Carla Cecato e Roberta Piza, superou o tradicional “Mais Você”, da TV Globo, por dois pontos no Ibope. Em agosto de 2009, o programa de notícias da TV Record registrou 8 pontos, contra 6 do diário apresentado por Ana Maria Braga.

 

O “Fala Que Eu Te Escuto”, da Igreja Universal, passou de raspão o talk-show “O Programa do Jô”. Em alguns dias da semana, o programa religioso conseguiu superar em audiência as entrevistas comandadas por Jô Soares. Também em agosto de 2009, a Record marcou 5,7 pontos, contra 5,6 da Globo.

Nos Jogos Olímpicos de 2012, a Record passou a TV Globo nas transmissões dos jogos da Seleção Brasileira. Nas quartas-de-final, contra Honduras, o jogo rendeu média de 11,5 pontos e pico de 17 pontos. Naquele mesmo horário (entre 12:45 e 14:35), a Globo ficou em 2º lugar com 9 pontos, e o SBT em terceiro, com 5. Ah, o Brasil venceu o jogo de virada, por 3 a 2.

Desde o início de 2015 a Globo vem passando sufoco para reformular suas novelas e tentar se manter afastada do ‘fantasma do 2º lugar’. Mas, foi inevitável: em setembro deste ano, a Record finalmente ultrapassou uma novela das oito da rival. A trama bíblica “Os Dez Mandamentos” registrou 21,2 pontos de audiência, contra 20,5 de “A Regra do Jogo”.

globo-record-sbt

 

Adicionar comentário

Preencha seu

Código de segurança Digite o código de segurança

Gerar nova imagem