Nós queremos conhecer você! Responda a esta rápida pesquisa.

Serra SC Online

Televisão

Publicidade

Kajuru dá entrevista na Record, fala de demissão ao vivo e assume ter colocado prótese nas partes íntimas

Publicado por Mário Cesar Silva - 16/11/17 08h43

Jorge Kajuru, figura bastante polêmica, esteve presente como convidado do “Programa do Porchat” na noite desta quarta-feira (15). Ele falou sobre diversas polêmicas da carreira dele e abriu a entrevista logo cutucando um colega da TV: “Eu odeio que me chamem de personagem, quem faz isso é o Ratinho, eu não”, disse ele respondendo se a figura polêmica que ele transparece é ele mesmo ou só uma papel.

Sobre ter atacado Tiago Leifert recentemente nas redes sociais, Kajuru também aproveitou para desabafar: “Errei, quando falei do Tiago Leifert. Ele encontrou com o Datena e disse que gostava de mim. Eu só gostaria que ele entendesse, que aquela coisa de ponto, de ouvir a voz do além, fui eu quem comecei na RedeTV”, disse ele.

 

 

Sobre assuntos relacionados à sexo, Kajuru fez revelações:  “Quando eu falo de sexo, as pessoas não entendem. A tendência aos 48 anos é de você ficar impotente, é muito provável”, disse ele que admitiu ter feito uma cirurgia para colocação de uma prótese nas partes íntimas: “Sim, peniada. Acontece que as pessoas não tem coragem de falar diante dos seus problemas. Cirurgia peniada é como silicione”, disse ele. “Vocês tem duas fórmulas. Você tem a fixa, que é uma bombagem, você fica 24 horas daquele jeito e tem a outra, que é a melhor. Dá 4 bombadinhas e pronto. Você finge pra mulher que vai fazer xixi e é uma maravilha”, disse ele, que continuou: “Não tem porque as pessoas terem vergonha. Elas deveriam falar de cirurgião sexual”.

Kajuru ainda revelou que quando ficou sabendo que seria entrevistado na Record por Porchat, recebeu uma orientação do amigo  Datena: “Olha, cuidado, não vai falar, expor suas coisas”, teria dito Datena para o jornalista.

Porchat ainda quis saber se o apresentador e jornalista acredita ter fechado portas nas emissoras de TV por conta de suas afirmações polêmicas: “Agora, há pouco tempo eu critiquei o Silvio Santos. Eu falei que ele está gagá, mesmo assim ele é a melhor coisa para se ver no domingo a noite”, contou o apresentador que afirmou que ama o animador.

“Eu não fechei porta. Durante algum tempo algumas emissoras ficaram chateadas comigo. Hoje, eu sei, que a Record me respeita. Eu pedi desculpa pelos exageros. Talvez a Globo ainda tenha rancor de mim”, contou. Já sobre a Band, Kajuru relembrou quando foi demitido praticamente ao vivo: “O John (Dono da Band) tem um espírito bom, ele vai ter uma hora que vai entender, que eu errei, mas demitir alguém ao vivo também não foi legal”, contou ele que fazia uma entrada ao vivo na época de um estádio, foi para o intervalo comercial e não voltou mais no programa:  “Disseram que foi um problema técnico. Só no dia seguinte me contaram a verdade. O Datena me contou que Aécio Neves ligou para o John e pediu minha demissão. Foi o primeiro caso de demissão ao vivo na TV”, disse ele que criticou o político na ocasião.

kajuru.1

 

Adicionar comentário

Preencha seu

Código de segurança Digite o código de segurança

Gerar nova imagem

Publicidade